quinta-feira, 3 de maio de 2018

Palavras Memoráveis



É homem quando mata, é homem quem faz ou sofre injustiças; não é homem quem, perdida qualquer vergonha, divide a cama com um cadáver. Quem esperou que o seu vizinho acabasse de morrer para lhe tirar um quarto de pão está, embora sem qualquer culpa própria, mais afastado do modelo do homem pensante do que o pigmeu mais selvagem e o sádico mais atroz.

Primo Levi, Se isto é um homem

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!