domingo, 25 de março de 2018

TAG | Março Feminino


Esta Tag foi criada pela  Sandra e vi-a no blog I keep making these to-read lists. Como já há muito tempo que não respondia a uma Tag por estes lados, achei que era a escolha ideal para este mês. 
Seguem as respostas...

1. Aqueles dias do mês - Um livro que os homens nunca vão perceber.
Mil sóis resplandecentes de Khaled Hosseini. Acho que os homens serão incapazes de perceber o que é a inferiorizarão e a desvalorização feminina. Jamais irão perceber o que sentem Laila e Mariam. Um livro muito duro e muito bem escrito. Apesar de ter sido escrito por um homem e ele conseguir retratar muito bem a realidade acho que há dimensões emocionais às quais ele não chegou nem nunca chegará. 

2. Filha da mãe da depilação - Um livro que te arrepia só de pensar.
Se isto é um homem de Primo Levi. É horrível ler aqueles relatos e saber que aconteceu num passado bem recente. Arrepia-me pensar que existem pessoas que afirmam que o Holocausto é uma mentira. Assusta-me pensar que o mundo tem pessoas capazes de cometer as mesmas atrocidades e que defendem ideias pouco amigos da humanidade, globalidade e harmonia entre países e raças. 

3. Aquele batom vermelho que dá um up a qualquer look - Um livro que te pôs bem-disposta/o num dia cinzento.
Doces Silêncios de Deborah Smith. Foi o primeiro livro que li da autora e tem tanto de amoroso como de boa disposição que faz com que o meu estado de espírito fico logo mais harmonioso e feliz. Depois deste livro quero conhecer outros trabalhos da autora.

Mil Sóis Resplandecentes  Se Isto é um Homem  Doces Silêncios

4. Cérebro Feminino - Um livro que parecia confuso, mas acabou por fazer muito sentido.
O labirinto dos espíritos de Carlos Ruiz Zafón. Foi uma leitura inicial um pouco complicada, contudo à medida que avancei no livro as coisas foram fazendo sentido e eu apaixonei-me pela história.

5. "Mulheres não percebem de futebol, nem gostam de cerveja" - Um livro que vomita clichés.
Orbias I - As guerreiras da deusa de Fábio Ventura. Uma rapariga trapalhona, desajeita, que se acha feia e que, de um momento para o outro, ganha poderes e fica bela e interessante a apaixonasse pelo ser misterioso do livro... Acho que não preciso de escrever mais nada.

6. Mini-saia - Um livro curto, mas bom.
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar de Luis Sepúlveda. É um livro pequeno mas que guarda uma das mais bonitas mensagens que já encontrei num livro: o poder de uma amizade.


A Sombra do Vento (O Cemitério dos Livros Esquecidos)  Orbias - As Guerreiras da Deusa (Orbias, #1)  História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar

7. Bolsa de Mulher - Um livro com muita coisa dentro, que te provocou várias emoções.
Segue o coração- Não olhes para trás de Lesley Pearse. Eu sou suspeita para falar dos livros desta autora e poderia colocar aqui qualquer um dela que já tenha lido. Este é um livro cheio de acontecimentos, reviravoltas com uma personagem feminina muito forte.

8. Mrs. Always Right - Como as mulheres têm sempre razão, escolhe um livro que aconselhas a toda a gente.
Maresia e Fortuna de Andreia Ferreira. É um livro de uma autora portuguesa cheia de potencial. O livro tem algumas pontas soltas que o leitor terá de encontrar e juntar para perceber o que a história nos quer transmitir. Acho que é um livro capaz de agradar a grande parte dos leitores. 

9. Mas porque é que tenho que gostar de cor-de-rosa? - Um livro que toda a gente gosta, menos tu!
A culpa é das estrelas de John Green. Foi grande o alarido em torno deste livro e, consequentemente, do filme que saiu posteriormente. Na generalidade, as pessoas adoraram o livro e vibraram com a história de amor dos dois adolescentes. Pessoalmente não me provou emoções nenhumas, achei que foi uma forma muito leviana de abordar um tema demasiado duro.

Segue o Coração - Não Olhes Para Trás  Maresia e Fortuna  A Culpa é das Estrelas

10. Sutiã nosso de cada dia - Um livro que te incomodou ou um livro que foi um alívio chegar ao fim.
Morte Súbita de J. K. Rowling. Este livro foi um tormento para terminar. Uma narrativa densa, uma história pouco cativante, fez com que a minha leitura de arrastasse por imenso tempo. Foi um alívio quando cheguei ao fim.

11. Ir à manicure - Toda uma curiosidade sobre um livro que anda na boca do povo, mas ainda não leste.
A amiga genial de Elena Ferrante. Sou vejo maravilhas em relação a este livro e muita gente a lê-lo. Eu ainda não li, mas tenho uma enorme curiosidade.

12. Fitas e lacinhos - O livro mais girly que já leste.
À conquista do teu coração de Anna Bell. Não sabia muito bem que livro escolher para aqui. Acabei por escolher um centrado numa personagem feminina, com muitos problemas e que se vê num caminho que a levará a ter mais auto-estima.

Morte Súbita  A Amiga Genial (L'amica geniale #1)  Ã€ Conquista do Teu Coração


13. Girl Power - Uma autora que é uma mulher do caraças. Explica porquê.
Sophia de Mello Breyner Andresen é uma das escritoras portuguesas que mais admiro. Deixou-nos imensas obras e todas de uma qualidade muito elevada. As histórias para crianças são de uma sensibilidade e ternura que continuam a habitar a minha mente adulta. A sua poesia toca a alma...

14. Mulheres nos livros - Indica três livros com personagens femininas fortes.
Belle do livro Sonhos proibidos de Lesley Pearse. Uma jovem cheia de força e de coragem que nos inspira a pensar positivo e a não nos esquecermos dos nossos sonhos. 

Eleanor do livro Eleanor & Park de Rainbow Rowell. Uma adolescente diferente que tem de recorrer à sua força para sobreviver numa comunidade que olha para ela de forma diferente.

Mariette do livro És o meu destino  de Lesley Pearse. Esta Mariette é um furacão, uma força da natureza que não sucumbe às adversidades.

Sonhos Proibidos (Belle #1)  Eleanor & Park  Ã‰s o Meu Destino (Belle #3)

15. Mulheres nos filmes - Indica três filmes com personagens femininas fortes.
A Sally e a Gillian do filme Magia e Sedução (1998) - Eu adoro este filme, adoro a forma como estas duas "bruxas" levam a sua vida e superam a suas dificuldades.

Dido do filme Belle (2013) - Uma mulher que tem de lutar para se afirmar numa sociedade preconceituosa. Adorei este filme e a forma como Dido vai conquistando o seu espaço. 

Leigh Anne do filme Um sonho possível (2009) - Ver alguém defender e apoiar alguém sem nada transformando essa pessoa, numa pessoa de sucesso é sempre inspirador. Ser uma mulher a fazê-lo, para além de inspirador é um orgulho.

Magia e Sedução Poster  Belle Poster  Um Sonho Possível Poster

4 comentários:

  1. Oh, que giro que viste no meu blog a tag :D

    E engraçado também que metemos o do John Green exactamente na mesma categoria... bah! Gostei muito de ver as tuas respostas, tenho de reler o do Sepúlveda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois foi :). Eu passo por lá para ler, mas vergonhosamente acho que nunca comentei.

      O livro encaixa lá na perfeição. Tal como tu, não consigo perceber o alarido e amor que fizerem em torno do livro.
      Obrigada. É muito bonito o livro do Sepúlveda :).
      Beijinhos e boa semana.

      Eliminar
  2. Olá!
    Também fui marcada pela Sandra para responder a esta Tag. Amanhã já publico no blogue. John Green já vi que não é da adoração de muitas pessoas. Também o inclui nesta categoria :) "A Amiga Genial" já tentei ler, mas não deu. Esse do Luis Sepulveda também tenho curiosidade em ler. Tenho um livro da Deborah Smith que nunca li. Tenho que o ler.
    Gostei das tuas respostas.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa!
      Depois tenho de ir espreitar as tuas respostas :).
      Parece que não. Acho até que é um escritor de extremos ou se gosta ou não. Eu li um único livro e nunca mais me decidi a pegar noutro.
      Eu quero tentar ler "A Amiga Genial", só não sei é quando. O do Luis Sepúlveda é um doce de livro. Se gostas de animais e de uma boa história de amizade, tenho a certeza que vais gostar do livro.
      Não sei qual livro tens da Deborah Smith. Eu só li este, mas se os outros seguirem esta "fórmula" são livros com um bom romance, com algum humor e com toques de dramatismo. Eu adorei, mas tenho perfeita noção que poderá não ser para todos os leitores.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!