quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Palavras Memoráveis


Como, gostaria de saber, se fazia para encontrar aquele tipo de felicidade? De onde vinha? Haveria algum elemento invisível a flutuar no ar que agarrávamos, involuntariamente, e, de súbito, lá ficávamos apaixonados e ditosamente felizes? Um casal em vez de uma pessoa só. Fosse o que fosse, certamente que ainda não o encontrara.
Elizabeth Adler, Casamento em Venza

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!