terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Balanço | Leituras de 2017

Resultado de imagem para books
O ano terminou e chegou a altura de fazer uma retrospetiva pelas leituras de 2017 e eleger as melhores e as piores leituras do ano.

No início do ano passado desafiei-me a ler 50 livros, mas consegui chegar aos 57 livros lidos. Este número tem algumas particularidades, nomeadamente a leitura de dois livros de poesia e alguns livros infantis. Acabei por ler mais um livro do que em 2016. 

Quanto ao número de páginas, em 2017 li 17 185 páginas, mais 3 175. Apesar de só ter lido mais um livro relativamente ao ano anterior, a diferença do número de páginas até é elevado. Isto está relacionado com o facto de ter lido um número considerável de livros com mais de 450 páginas. Muitos deles chegavam quase às 500 páginas. 
O livro mais longo que li tinha 586 páginas.

A média de pontuações desceu. Se em 2016 ficou nos 3.4, em 2017 ficou pelos 3.2. Tenho consciência que estou mais exigente em relação àquilo que leio e que tenho crescido enquanto leitora. Não considero que esta pontuação queira dizer que li maus livros. Até acho que li bons livros, apenas me sinto mais exigente.

Dos 57 livros lidos, 16 são de autores nacionais (mais 2 livros do que em 2016) e 47 foram escritos por mulheres (tenho mesmo de ler mais livros escritos por homens).

Os 10 melhores de 2017

  • Mil sóis resplandecentes (Khaled Hosseini)
  • A promessa (Lesley Pearse)
  • 9 de Novembro  (Colleen Hoover)
  • Inês (Maria João Fialho Gouveia)
  • Apenas um desejo (Barbara O'Connor)
  • Doces silêncios (Deborah Smith)
  • O escultor da morte (Chris Carter)
  • O intestino também sente (Leonor Martín)
  • Regresso a Mandalay (Rosanna Ley)
  • Sinto a tua falta (Kate Eberlen
Mil Sóis ResplandecentesA Promessa (Belle #2)9 de NovembroInêsApenas um DesejoDoces SilênciosO Escultor da Morte (Robert Hunter, #4)O Intestino Também SenteRegresso a MandalaySinto a Tua Falta

Os 10  piores de 2017
  • Mar de papoilas (Amitav Ghosh)
  • A linha ténue do passado (Mónica Cortesão Gonçalves)
  • Mors tua, vita mea: a tua morte, a minha vida (Vanessa Santos)
  • Peónia Vermelha (André Gonçalves)
  • Maria vai-te deitar! e outros contos (Lubélia Sousa)
  • Para sempre não é muito tempo (Carolina Pascoal)
  • Morte súbita (J. K. Rowling)
  • A síndrome de Peter Pan (Eliana G. Pyhn)
  • A fronteira do perpétuo (Teresa Poças)
  • Desaparecidas (Caroline Eriksson)
Mar de PapoilasA Linha Ténue do PassadoMors Tua, Vita Mea: A tua morte, a minha vidaPeónia VermelhaMaria vai-te deitar! e outros contosPara Sempre não é muito tempoMorte SúbitaA Síndrome de Peter PanA fronteira do perpétuoDesaparecidos

10 comentários:

  1. Gostei de ler o teu balanço. Leste bastantes mais livros que eu mas acabamos por ler um número de páginas aproximado. :)
    Só é pena ver ali entre os piores tantos livros de autores portugueses, e quase todos da Chiado. Não há dúvidas de que a editora perde muito em publicar tudo o que lhe aparece. :/

    E fico feliz por ter contribuído para algumas das melhores leituras do ano. :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É normal. Dois dos livros foram de poesia e alguns são infantis.
      Pensei exatamente no mesmo quando estava a fazer a lista. Deveria haver um maior cuidados nos livros que se edita. Eles deviam ser mais cuidadosos e rever os manuscritos antes de os publicar.

      Pois foi :). Vamos ver de que forma contribuis este ano.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Desses todos, o que tenho mais curiosidade em ler (além de todos os livros da Colleen Hoover, pois nunca li nenhum) é mesmo o: Apenas um desejo (Barbara O'Connor)...
    A capa é lindíssima e a história parece ser encantadora :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Apenas um desejo" é um livro com uma mensagem fantástica. Um bom livro para as crianças e para os adultos lerem. Mostra-nos a grandeza dos afetos :).
      Como já escrevi antes, tenho curiosidade para saber o que achas de Colleen Hoover. Mas como já conversamos por aqui, é uma boa autora, com bons livros, mas nunca terá o impacto de que a Lesley tem em mim, por exemplo.
      Fui cuscar o teu goodreads e vi que ainda não leste "Mil sóis resplandecentes". Acho que devias dar-lhe uma oportunidade. Tenho uma leve desconfiança de que vais gostar.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Falando em goodreads tenho de ver se me lembro de o actualizar, já não utilizo aquilo há um bom tempo :/
      "Mil Sóis Resplandecentes" a sério? Nunca me teria chamado a atenção, se não fosse a tua recomendação, por isso vai já para a lista de desejos! :D

      Eliminar
    3. Oh! Eu comecei pelo blog, mas como não tens nenhuma lista de autores segui para o goodreads :P.
      É um livro mesmo muito bom. Espero que gostes tanto como eu. Fiquei fã do autor e quero ler as outras obras que ele já publicou. :)

      Eliminar
  3. Olá!
    Foi um ano muito bom. Que venha 2018 com muitas e boas leituras.
    Um beijinho e feliz 2018

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa!
      Sim, fiz boas leituras. Esperamos que sim.
      Um feliz 2018 também para ti. :)
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Parabéns, Silvana! Tiveste um excelente 2017 de leituras!
    Feliz 2018!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, não me posso queixar. Obrigada ;).
      Um 2018 cheio de coisas boas também para ti.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!