quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Opinião | "Corações Gelados" de Laurie Halse Anderson

Corações Gelados
Classificação: 4 Estrelas

Corações gelados arrepiou-me as entranhas. Abordar de forma tão crua e realista o problemas dos distúrbios alimentares reforçou a minha ideia de quando abracei a psicologia como profissão. Um ano antes do estágio, e depois de no ano anterior esta questão ser exaustivamente abordada, eu sempre referi que não conseguiria trabalhar com homens (sim, a anorexia a bulimia não são apenas doenças de mulheres) ou mulheres que surgissem na consulta com um quadro clínico de anorexia ou bulimia. Para mim, seria muito mais sensato encaminhar para um colega que pudesse realizar um trabalho de qualidade com estas pessoas. Este livro veio lembrar-me o porquê desta minha ideia. 

Através da Lia, o livro convida-nos a entrar no submundo da anorexia. Não é um mundo fácil, e cada página espelha a obsessão que as pessoas que passam por este problema têm pela comida. Acompanhamos a luta que ela trava contra fome que a consome, sentimos a necessidade que a Lia tem de saber a quantidade de calorias que cada alimento contém, desesperamos com a necessidade que ela tem em gastar o pouco que consome. Sentimos o coração gelado a cada luta dela pela sobrevivência. 

A autora fez, com esta estória um bom trabalho. O que me levou a não dar uma pontuação mais elevada foram outros elementos da narrativa que vieram dar uma tonalidade um pouco esquisita e confusa. Apesar de compreender a sua introdução na vida da Lia, achei que a autora poderia ter escolhido outro caminho. 

Acho que este livro é uma excelente forma de alerta. Passa uma mensagem bastante importante e cheia de significado.

Se quiserem assistir a testemunhos reais e a verem o quanto se assemelham à Lia, assintam a esta reportagem da sic (aqui). Está dividida em três partes, que facilmente acedem no youtube. São testemunhos duros. Eu tive a oportunidade de ver uma destas raparigas que aparecem na reportagem ao vivo, numa conferência, e arrepiei-me com o discurso e figura dela. 
Caso venham a ler o livro, espero que ele não vos seja indiferente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!