terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Opinião | "À conquista do teu coração" de Anna Bell

 Classificação: 3 Estrelas

À conquista do teu coração  chamou-me a atenção pelo tom divertido que emana da capa. E, de facto, diversão foi um dos aspetos com que me cruzei ao longo da leitura deste livro. Por esta razão, considero que é um excelente livro para os momentos em que estamos cansados de leituras mais densas e que nos sugam as energias. E por que é que é excelente para essa altura? Porque nos oferece personagens comuns que procuram momentos felizes, situações divertidas e com aventura à mistura e momentos em que a amizade é enaltecida e nos dá a conhecer que o amor é reciprocidade e partilha. 

Abi é nossa grande aventureira. Levada ao lado mais negro das emoções, procurou reerguer-se desse local húmido e escuro da sua mente e parte para um conjunto de aventuras que se revelarão excelentes para o seu autoconhecimento e autoestima. Apesar de olhar para ela e de a sentir como alguém com uma personalidade um pouco infantil, admirei a sua determinação e coragem ao longo de toda a ação narrativa. Inspirou-me nos pequenos detalhes e mudanças que se foi oferecendo a si própria. 
Achei imensa piada aos desafios que a Abi se propôs a fazer e confesso que até senti vontade de experimentar alguns. 

Para mim, o livro realçou o quão importante é o amor-próprio e o quão fundamental é fazermos as nossas próprias escolhas. Devemos olhar para o nosso interior e partirmos para a mudanças por questões pessoais e que nos pertencem. Penso que esta foi a grande conquista da Abi. Ela percebeu o quão importante estes aspetos são importantes para se ver enquanto pessoa única e merecedora de momentos felizes, de partilha e de amor (porém acho que ela abriu os olhos demasiado tarde - é um facto, eu queria ver muito mais da nova Abi que foi renascendo ao longo do livro). 

Gostei muito da melhor amiga da Abi, a Sian, acho que ela merecia a sua própria estória. Quem sabe a autora não pensa em algo do género. 
Há outra personagem de quem também gostaria de saber mais: o Joseph. Eu nunca simpatizei muito com ele. Apesar de ter acesso a alguns aspetos da sua personalidade, gostava de ter ir mais fundo e sedimentar a minha opinião em relação ao sujeito. 

Gostei muito do final e queria mais. Foi mesmo uma ótima leitura para esvaziar a mente e simplesmente deixar-me levar pelas aventuras malucas da Abi. 


Nota: Este livro foi-me cedido pela editora em troca de uma opinião honesta.

2 comentários:

  1. Olá!
    Não conhecia este livro! Parece muito giro.
    Vou tentar ler.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa!
      Só me resta esperar que gostes e que te divirtas!
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!