segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Opinião | "O meu nome é Leon" de Kit de Waal

O Meu Nome é Leon
Classificação: 3 Estrelas

Parti para esta leitura sem saber muito bem o que ali poderia encontrar. Li a sinopse, mas não fazia ideia da complexidade emocional com que me ia cruzar.

Em O meu nome é Leon conhecemos a estória de um menino de 9 anos, Leon com uma sensibilidade e uma maturidade anormais para a idade, mas talvez sejam normais tendo em conta toda a situação com que ele se vê confrontado com tão poucos anos de vida. 
A estória de Leon é triste e tocante. Eu queria mais informação sobre ele e sobre a sua família biológica. Senti-me insatisfeita com a informação que a autora partilhou porque me senti tão próxima deste menino que queria conhecê-lo em todas as suas dimensões. Acho que seria facilmente integrada informação mais pessoal do Leon, eliminando algumas partes que aparecem mais ou menos a partir de metade do livro que não acrescentam muito à narrativa.

Acho que nos defrontamos com uma visão muito crua e realista dos processos de adoção e de acolhimento de crianças. É duro perceber que há crianças que não são desejadas por outros adultos. É duro assistir à frieza dos profissionais sociais que perdem um pouco da sua sensibilidade e inteligência emocional para, simplesmente, se atirarem para processos estruturados e burocráticos. Não são todos assim, felizmente. Porém, no caso deste livro, Leon teve a infelicidade de se cruzar apenas com profissionais pouco inteligentes a nível emocional. Senti que andavam todos um pouco desligados do que realmente interferia no bem estar emocional daquela criança. 

A relação que Leon mantém com o seu irmão bebé, Jake, é tão terna que me deixa angustiada quando as coisas começam a correr de outra forma.
Maureen surgirá aqui como uma bóia de salvação emocional. Leon precisa de saber o que é ser cuidado. Precisa de aprender a deixar de ser cuidador e entregar-se aos cuidados de outras pessoas. É nesta mudança de papéis que Maureen se tornou a chave. Uma mulher extremamente sensível e que "abraça" o coração de Leon de uma forma especial. Acho que ela no final não percebeu muito bem uma situação do Leon. Compreendeu algumas coisas, mas não se consegui aperceber da verdadeira essência daquilo que deixava o Leon à beira de uma ataque de nervos.

É daqueles livros que consegue mexer com o meu lado emocional de uma forma extrema e especial. Eu gosto muito de ler este tipo de livros, porém são livros que me absorvem emocionalmente e deixam muito espaço às minhas divagações e reflexões. 
Recomendo a este livro a todas as pessoas que gostam de crianças, que trabalham com crianças ou que simplesmente se interessem por saber mais daquilo que está por detrás de uma infância nem sempre muito fácil

Nota: Este livro foi-me cedido pela editora em troca de uma opinião honesta.

4 comentários:

  1. Olá!
    Não conhecia este livro, nem o autor.
    Parece ser interessante.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isaura!
      É o livro é bastante interessante. É uma autora :) (isto com nomes estrangeiros é fácil nos atropelarmos).
      Se tiveres oportunidade e gostares de livros com crianças,lê.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá Silvana,
    Não conhecia o livro mas deixaste-me muito curiosa pois parece muito interessante.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,

      O livro é bastante interessante. É capaz de nos deixar a pensar.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!