domingo, 1 de janeiro de 2017

O que me reservas 2017?



Cada criança deveria ter um cartaz a dizer
«conteúdo frágil, contém sonhos».
Algo que lembrasse ainda hoje, que se tiveres que pedir desculpa, primeiro perdoa. Se quiseres dizer amo-te, primeiro cuida. Se precisares de um colo, primeiro abraça. E se algum dia não souberes o que fazer, trata com amor, sem que importe como, ou quando...
Cada adulto deveria ter um cartaz a dizer
«Ainda contém sonhos, conteúdo precioso».

Luís Santos - 
Retirado daqui.

Há uns dias atrás, uma amiga minha partilhou comigo este lindo texto. Ao lê-lo pensei no novo ano. Infelizmente a carta que aqui publiquei o ano passado ainda está atual. Os 366 dias de 2016 não me tornaram mais feliz e realizada. 
Sinto-me muito triste ao olhar para trás e sentir que as coisas na minha vida avançam a passo de caracol (bem... talvez os caracóis ainda andem demasiado rápido do que a minha própria vida). 
Não me quero despedir de 2016 da mesma forma que o ano passado. Li este texto e ainda quero acreditar que a realização dos meus sonhos anda só um bocadinho atrasada. 

Em conversa com esta minha amiga, em que discutíamos a importância de ter sonhos, ela disse-me umas quantas verdades. Aquela que eu retive foi que talvez era melhor não termos sonhos, ambições, desejos, porque assim talvez sofrêssemos menos. Tive de concordar, porque atualmente é o que sinto no meu coração. 

Não sei o que 2017 tem para mim e, muito sinceramente, nem sei o que lhe hei-de pedir. Lá está, talvez o melhor seja mesmo não pedir nada e deixar que a espontaneidade e a surpresa o dominem. 

A vocês, pessoas queridas que perdem tempo em ler os meus devaneios, a comentar e a (muitas vezes sem se aperceberem) dar-me força, desejo que 2017 seja generoso convosco. Que vos ofereça o que de melhor preencha as vossas vidas. 

Quero, também agradecer às editoras que, este ano me possibilitaram conhecer novos mundos, novos autores e novas estórias. 

Agradeço cada palavra simpática que veio por parte das meninas simpáticas com que me tenho cruzado aqui na blogoesfera, assim como a todos os escritores e escritoras que me confiam os seus preciosos manuscritos. 

Isto só faz sentido com vocês.

A todos, o meu mais sincero agradecimento.

Que este seja o primeiro dia de muitos dias felizes para vocês.

Feliz 2017.


4 comentários:

  1. Um grande beijinho e espero que 2017 te traga muitos sorrisos e que seja um ano em que finalmente aconteçam as tão desejadas mudanças.
    Estarei sempre por aqui a oferecer a minha amizade! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por tudo, Denise!
      Espero que 2017 também te ofereça todas as mudanças que desejas. Que seja um ano preenchido por bons momentos.
      Também estarei sempre aqui, com uma amizade sempre disponível.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Que 2017 te traga tudo de bom!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Tita :).
      E que, para ti, também te traga tudo aquilo que precisas para ser feliz e realizada.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!