quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Projeto Conjunto | Empréstimo Surpresa [Desafio]


Aqui está o mais recente desafio da última leitura para o meu projeto conjunto com a Denise do blog Quando se abre um livro. 

Cá está ele:

Preenche cada tópico com o título de uma crónica. Se preferires podes justificar as tuas escolhas ou explicar que assuntos são tratados nas crónicas.

Uma crónica de que gostei
Mobilizar os jovens - o que mais gostei nesta crónica foi pelo facto de nos dar a conhecer que os jovens têm ideias e que podem fazer algo positivo pelo mundo que habitam. 

Uma crónica que me fez pensar
Ler com esforço - Eu nunca li com esforço, mas reconheço que, hoje em dia, muitas crianças e jovens se sentem obrigadas a ler só porque têm de o fazer para a escola. Esta crónica fez-me pensar que é cada vez mais importante transmitir a magia da leitura o mais cedo possível. É importante fazer com que as crianças se apaixonem pelo mundo encantado dos livros e que ler se torne um prazer como qualquer outra brincadeira.

Uma crónica que me deixou triste
Vigílias contra a violência doméstica - Já não me devia impressionar quando me cruzo com os números, mas o que acontece é que fico sempre triste quando me cruzo com esta temática. É urgente promover as relações positivas no seio familiar e no seio do casal. É urgente semear amor e respeito pelo outro para que este tipo de caso assuma valores menos assustadores.

Uma crónica que me entusiasmou
A terapia com a família - Eu sou apaixonada pelo contexto de  terapia familiar. Um dos meus sonhos, um dia, é fazer o curso de Terapeuta Familiar da Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. Por este motivo, bebi cada palavra desta crónica e estimulou o meu sonho. 

Uma crónica de que não gostei
A alienação parental - Aquilo que não gosto é do tema da crónica. Acho muito triste que, muitos pais, se preocupem mais com os seus interesses do que o bem estar dos seus filhos. É ridículo.

Uma crónica que me revoltou
As perturbações mentais são frequentes -  A saúde do nosso sistema de saúde no que toca à sua mental está demasiado fragilizada... Há tanto por fazer e tão pouca vontade por parte daqueles que nos governam que arrepia. Mas é um facto, os investimentos em saúde mental não se traduzem em votos nas urnas durante os momentos eleitorais. 

Uma crónica que me provocou curiosidade
Agosto cm Canadá - Fiquei com curiosidade em relação ao livro que é referido nesta crónica. O livro é Canadá de Richard Ford. 

Uma crónica que gostarias de partilhar com alguém
O ensino de Os Lusíadas - Acho que esta crónica deveria ser lida por muitos professores de Língua Portuguesa. É necessário tornar as aulas mais cativantes e fazer com que os nossos jovens gostem dos clássicos da nossa língua.

Uma crónica que me deu esperança
A falta de psicólogos - É muito importante reconhecer que nós fazemos falta. Tenho esperança de que, quando mais mostrarmos esta necessidade, as mudanças comecem a surgir. 
Esta crónica também me despertou curiosidade para a sugestão de leitura. Assim, mais um livro foi para a wishlist Purity de Jonathan Franzen.

Denise, gostei muito do desafio. Foi ótimo para ir fazendo e pensado sobre ele ao longo das leituras.
Se tiverem curiosidade em ler estas crónicas, elas estão disponíveis aqui.

3 comentários:

  1. Fico contente que tenhas gostado!
    Gostei das tuas respostas; não sei se escolheria exatamente as mesmas, mas achei as tuas escolhas interessantes.
    Uma coisa que reparei foi que em muitas crónicas o autor fala de livros e na falta de leitura entre os jovens. Nota-se que é uma preocupação dele, com a qual eu concordo, esta urgência de cativar os jovens de hoje para a leitura.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!
      É normal :). Acho que vamos tendo visões diferentes acerca da realidade que nos circunda e é aí que reside a beleza do mundo: a diversidade.
      Pois fala. Acho que ele é um apaixonado pela literatura e por todas as coisas boas que ela nos pode trazer. Também concordo com ele, é urgente os nossos jovens e as nossas crianças a ler.

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!