quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Opinião | "E tudo o vento levou" volume 2 de Margarett Mitchell

Resultado de imagem para e tudo o vento levou volume 2
Classificação: 5 Estrelas

Depois de terminar o primeiro volume de E tudo o vento levou fiquei com imensa vontade de ler o segundo volume. Estava curiosa para saber como avançava a saga de Scarlett O' Hara. Agora que cheguei ao fim do segundo volume posso afirmar com toda a certeza que está história é daquelas que nos fica na memória e que se entranha em casa neurónio que possuímos.

Tal como o anterior é um muito bem escrito e com um enredo que me deixava em suspenso com a ansiedade de saber como é que as coisas se iam resolver. Em comparação com o volume anterior, este consegue oferecer-nos uma leitura mais fluída. Assim, o meu ritmo de leitura foi mais rápido. É importante dar espaço para que as coisas se vão arrumando na nossa mente. Considero que, apesar de este não nos oferecer um ritmo tão lento de leitura não é para nos atiramos a ele de forma compulsiva. É um livro para se ir lendo, porque é minucioso (mas nada aborrecido) e precisamos de absorver tudo.

Neste livro conseguimos formar uma opinião mais concisa acerca das personagens.
Adorei a Melanie e fiquei a odiar o Ashley. Melanie é doce, responsável uma pessoa muito querida e de bom coração. Ashley é um homem sem atitude e com um personalidade pouco apelativa. Já desde o volume anterior que não percebia muito bem como é que o espírito indomável da Scarlett se encantou pelo Ashley. É motivo para dizer que o coração tem razões que a própria razão desconhece.
Rhett é um homem extremamente interessante e peculiar. Um coração duro e mole ao mesmo tempo. Mas, a melhor palavra para o caracterizar é orgulhoso. Sim, devido ao seu orgulho juntamente com o orgulho explosivo de Scarlett contribuiu para todo um conjunto de situações que foi condicionando tudo que acontecia com os dois. Tudo isto me deixou um pouco frustrada. Scarlett merecia ter tomado consciência das coisas bem mais cedo.

O final deixou-me muito frustrada. Houve uma situação em particular que me apanhou totalmente de surpresa. Tive de parar a leitura para absorver o que se tinha ali passado, porque foi completamente inesperado.
Vale a pena cada minuto que perdemos na leitura do livro. É uma obra memorável e que merece ser relida ao longo da nossa vida uma vez que acho que a cada leitura iremos descobrir coisas que diferentes comparativamente à leitura anterior. 

2 comentários:

  1. Olá Silvana,
    Quero ver se leio os livros lá para o final do Outubro ou início de Novembro e acho que também vou adorar!
    Já viste o filme? Vi-o umas 2 ou 3 vezes durante a minha adolescência e adorei, apesar de ser gigante.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,

      Espero mesmo que gostes. Quero muito ler/ouvir a tua opinião acerca desta obra intemporal :).
      Ainda não :(. Já o tenho e quero ver se ainda o vejo para a maratona cineverão. Só ainda não o vi porque: 1) queria ler os livros primeiros e 2) Desde que terminei a leitura ainda não tive muito tempo para ver filmes. Mas estou muito, muito curiosa para o ver. Talvez durante este fim-de-semana.

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!