quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Opinião | "Um estranho em casa" de Patricia MacDonald

Um Estranho em Casa

Classificação: 3 estrelas

Um estranho em casa marca a minha estreia com os livros de Patricia MacDonald. Nunca tinha lido nada da autora até à data e posso considerar que foi uma boa estreia. 
Muito resumidamente, este livro conta-nos a história da família Paul. Paul é um menino de quatro anos quando desaparece de forma inexplicável. Passados 11 anos, ele é encontrado e o sistema familiar tem de se re-arranjar tendo em conta as novas circunstâncias.

Ao longo da minha leitura, senti que as coisas eram um pouco previsíveis. Faltou o fator surpresa e um adensar do mistério para que eu me sentisse totalmente atraída para o livro em causa. 
Assim, penso que há uma necessidade clara de um melhor construção ao nível da narrativa, oferecendo uma maior exploração e apresentação dos acontecimentos. Paralelamente a este aspeto, seria fundamental tornar as personagens mais complexas e com mais informações e ações para eu pudesse criar uma melhor ideia delas. 

O facto de o livro ser fortemente concentrado em descobrir o que se passou no dia em que Paul desapareceu condiciona a forma como a narrativa passa a ser construída. Assim, há assuntos que nem sequer passam pela cabeça das personagens e isso torna a história demasiado forçada e pouco realista. Por exemplo, Paul, apesar de ter quatro anos quando desapareceu, não guarda quase memórias da suas vida dessa altura. Ele apenas se recorda da mãe que cuidou dele e o criou dos 4 aos 15 anos. Quando ele regressa a casa dos pais biológicos não há ninguém que se preocupe com os sentimentos e a confusão do rapaz. Para todos os efeitos, ele perdeu aquela que ele conhecia como mãe.

A única personagem que verdadeiramente me surpreendeu foi a Íris. As atitudes dela perante a vida acabam por nos surpreender no final do livro.  


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!