domingo, 28 de agosto de 2016

Maratona Cineverão | "Brave" e "Ata-me"

10º Filme: Brave
Categoria: Aventura
Classificação: 5 Estrelas

Este meu enorme gosto por filmes de animação faz-me sentir uma criança. Sinto-me tão feliz e relaxada a ver este género de filmes que não consigo transpor para palavras. 
Desde que o filme Brave saiu que fui imediatamente cativada pelas imagens desta menina de cabelos ruivos e rebeldes (não fossem os meus também rebeldes) e nunca tinha surgido a oportunidade de ver este filme. Agora, não me podia escapar.

O filme é maravilhoso. Um dos meus filmes de animação preferidos. Adorei todo o contorno que foi dado a esta história. O que achei mais importante foi a desconstrução que fizeram em torno daquilo que é ser princesa e mulher. A quebra dos estereótipos está muito bem conseguida e quando aliada aquele espírito livre da Mérida torna-se ainda mais interessante. 

É certo que, a rebeldia e a sua ânsia de respirar liberdade fez com que ela se metesse em sarilhos. Mas é na resolução desses sarilhos que conseguimos ver que, por detrás daquela rebeldia, existe um coração amoroso e generoso. 

Fartei-me de rir com toda a família de Mérida... Mas os seus irmão são qualquer coisa de extraordinariamente cómica e doce. Dá vontade de saltar para a tela e pegar naquelas crianças. 

Vi a versão em inglês. Ainda quero ver a verão dobrada em português para ver apenas como ficaram as músicas. Adorei a versão original e fiquei curiosa por ver como as colocaram cá. 

É um bom filme para assistir em família. Acho que consegue conquistar miúdos e graúdos. 

11º Filme: Ata-me
Categoria: Décadas de 60 a 80
Classificação: 1 Estrela

Esta foi a minha primeira experiência com o cinema espanhol e as coisas não correram muito bem. 

Ricky é um homem que acaba de ter alta de um hospital psiquiátrico e a primeira coisa que faz é raptar uma atriz. 
A visualização deste filme foi algo muito estranha. Não senti ligação entre Ricky e Marina. É claro que num momento inicial, não se esperava isso. Contudo, chegar àquele final, implicava um certo crescimento em termos de formas de interação que não aconteceu no filme.

Foi abrupto na forma como as personagens se relacionavam. 
A história é demasiado simples para criar simpatia e interesse. 

Apesar desta má experiência, quero ver outros filmes espanhóis, Pode ser que fique mais convencida. 
Desse lado, conhecem algum filme espanhol que valha a pena ver?

2 comentários:

  1. Olá Silvana,
    Também adoro o Brave e a Mérida tornou-se a minha princesa da Disney favorita, a seguir à Belle =D
    O outro não conheço mas também já percebi que não estou a perder nada.
    Quanto a filmes espanhóis, já ouvi falar bem dos alguns, como: A Pele que Habito, Tudo sobre minha Mãe, Fala Com ela. Mas nunca vi nenhum, a Dora é que aqui há tempos fez um vídeo sobre os filmes do Almodóvar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,

      Apesar de gostar imenso da Belle, a Mérida conseguiu roubar-lhe o primeiro lugar na minha lista de preferências. :)
      Não, não vale a pena perderes tempo a ver. Obrigada pelas sugestões. A ver se vejo o vídeo da Dora sobre Almodóvar.

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!