quarta-feira, 13 de abril de 2016

Opinião | "Pensa num número" de John Verdon (Dave Gurney #1)

Pensa num número
Classificação: 4 Estrelas

Pensa num número é o meu livro de estreia com o autor John Verdon. É um policial com um título bastante curioso e que me deixou intrigada relativamente ao conteúdo da história. 
O assunto criminal que povoa estas páginas é bastante interessante e foi desenvolvido de forma inteligente e criativa. Apesar de ter gostado, a forma lenta como o livro inicia complicou a minha relação com ele e condicionou o meu ritmo de leitura. Estava à espera de mais adrenalina, mais suspense e mais ação, mas não a encontrei. Logo de início houve algum mistério, mas as coisas aconteciam demasiado devagar. No fundo achei demasiado calmo para um policial.

Dave Gurney, o nosso investigador reformado, é convidado a colaborar no caso e ajudar a desvendar o mistério por detrás daquela abordagem tão peculiar do criminoso. É um homem ponderado e com muitos fantasmas do passado. Não acedemos facilmente a eles e fiquei frustrada por, no final, ter acesso a muito pouco dele e da sua esposa. Sinto que ainda há ali mais e que precisa de ser explorada. Sei que isto é uma série, por isso, espero que no volume seguinte hajam mais informações. 

O crime. Aqui dou grande valor ao autor. Depois das coisas começarem a acontecer, a criatividade emerge e a explicação para alguns dos contornos do crime são muito interessantes e originais. Há uma linha condutora coesa, com sentido e que é onde tudo fica bem explicado. A falta de ação e suspense inicial desaparecem nos momentos finais, porém aquela calma latente que foi sempre acompanhando a narrativa permanece, Ou seja, as coisas acontecem, com algum ritmo, mas sem serem apressadas pelo autor. Em muitos policiais assistimos a muitas correrias para nos trazer o final da história, porém aqui as coisas acontecem no seu momento e tudo é dado ao leitor. 

Fiquei curiosa por ler outros livros do autor. Recomendo a todos aqueles que gostam de um policial inteligente e paciente. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!