terça-feira, 7 de abril de 2015

[Clube de Cinema] The young Victoria (Filme 3)



Resultado de imagem para The young victória

The young Victoria foi o filme escolhido por mim e pelas minhas parceiras do clube para o mês de Março. 
Em Março assinala-se o dia Internacional da Mulher, por isso procuramos escolher um filme em que a personagem principal fosse uma mulher. E assim surgiu este filme. 


Este filme procura retratar a vida da rainha Victoria que reinou Inglaterra de 1937 até à sua morte (1901). Subiu ao trono muito jovem e com uma vida muito marcada pela influências da mãe e do seu secretário John. Foi uma infância muito protegida e que a limitou e prendeu a um mundo de regras e exigências. E, quando menos esperava vê-se no papel de rainha onde tem que lidar com as diferentes pressões que vão recaindo sobre ela. 

E com a subida ao trono, surge a necessidade de um casamento. Por estas alturas os casamentos eram praticamente todos combinados, mas a jovem Victoria consegui casar por amor. 

O filme, para além de nos mostrar a forma como Vitoria subiu ao trono e geriu os inícios do seu reinado, foca-se bastante no desenvolvimento desta bonita história de amor. 
Eu considero-a bonita pelas mais variadas razões, mas uma delas é o facto de entre eles se ter construído uma relação de companheirismo que me deixou muito encantada com tudo. 
Albert, pelo menos no filme, era dotado de uma linguagem muito carinhosa para com Victoria. Alguns dos diálogos eram de derreter os corações mais gélidos. Deixo aqui as frases que mais me enterneceram:

I had two very good reasons. First, I am replaceable and you are not. (...) Second, you're the only wife I've got or ever will have. You are my whole existence, and I will love you until my very last breath.

Albert: Then you had better master the rules of the game until you play it better than they can.
Victoria: You don't recommend I find a husband to play it for me?
Albert: I should find one to play it with you, not for you.

Albert: The park is marvelous.
Victoria: I'm so pleased you like it. I do want you to feel quite at home... I'm sure you're aware why I wished you to come here. Because it would make me happier than anything, too happy really, if you would agree to what I wish.
Albert: And stay with you?
Victoria: And stay with me.
Albert: And marry you?
Victoria: And marry me!


Estes foram os diálogos que mais gostei. O primeiro, já quase no final do filme, surge depois de Albert ter protegido a sua Victoria de um ataque e acabar alvejado (confesso que aqui pensei que ele ia mesmo morrendo). O segundo é furto de uma conversa durante um jogo de xadrez. E o último representa um dos pedidos de casamento mais engraçado que eu já assisti. 

Quero ainda destacar o papel do cão que acompanha Victoria. Para quem não sabe, eu sou uma defensora dos animais e uma eterna apaixonada por cães, principalmente estes de estatura mais pequena. E digo-vos fiquei apaixonada por esta personagens de quatro patas. É um animal enternecedor. 

Gostei das interpretação de todos os actores. Cada um deu o seu forte contributo ao bom desenvolvimento do filme, 
Um outro aspecto do filme que adorei foi a banda sonora. As músicas foram muito bem escolhidas e bem enquadradas ao longo das cenas. Como é música clássica poderá não ser do agrado de toda a gente, mas pelo menos do meu é. 

Aquilo que achei mais confuso no filme e que esteve menos explícito foi o enquadramento histórico-político, Eu tive dificuldades em compreender as divergências entre a rainha e o primeiro ministro, assim como em perceber o porquê de toda aquele descontentamento perante a rainha. Acho que faltou um maior detalhe histórico do conteúdo político que envolvia aquele cenário. 

Por tudo isto a minha classificação é:

2 comentários:

  1. Olá Silvana,

    Não conhecia este filme. Parece ser interessante. Fiquei curiosa em vê-lo.

    Aproveito para dizer que nomeei-te para uma Tag no meu blogue.

    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isaura,

      Sim, o filme é bastante interessante. Espero que o vejas e que gostes.

      Obrigada. Vou já ver! Assim que possa eu respondo.

      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!