quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Palavras Memoráveis


Livro: Almas Cinzentas
Philippe Claudel

Para tentar compreender os homens, é preciso escavar até às raízes. E não basta dar um empurrão ao tempo para conseguir ir mais longe: é preciso lancetá-lo até jorrar pus.


Há palavras mágicas. Juiz é uma palavra mágica. Como Deus, como morte, como criança e outras mais. São palavras que suscitam respeito, diga-se o que disser.


Sabemos sempre o que os outros representam para nós, mas nunca sabemos o que somos para eles.


Estar só é a condição humana, aconteça o que acontecer.


O tempo parece-me um monstro criado para separar aqueles que se amam, para os fazer sofrer até ao infinito.


É muito curiosa a vida. Chegamos algumas vez a saber porque vimos ao mundo e por que aqui ficamos?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!