segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Retalhos de uma leitura conjunta | Questões parte 2



1. O que achas da atitude da Clara ao declarar que nada é para sempre quando uma das bases do casamento é essa?
Ela tem medo do compromisso e de não o conseguir levar até ao fim. Ela queria um compromisso com Hugo e ele nunca foi capaz do lho oferecer. Isto fragilizou a confiança dela e só lhe deixou muito sofrimento. Assim, Clara ganhou aversão aos compromissos, acreditando que nem tudo é para sempre. Quando menos esperamos, o destino ganha força e dá uma volta a tudo aquilo que temos como certo.
 
2. No presente é nos dado a entender que a Clara é uma pessoa forte e nada dada a sentimentalismo, por isso como vês a falta de frontalidade para com o marido?
Medo. Ela sente medo de perder tudo aquilo que ela foi construindo. Ela sabe que a relação está construída sobre uma base algo movediça que é o passado da Clara. Penso que ela está adorar este novo presente com Santiago, mas como tem consciência de há algo no passado dela que pode colocar em causa toda a sua família. Por isso, ele prefere guardar o seu passado. 

3. Para ti, até este momento, o Santiago teve alguma vez a certeza do amor da Clara?
Eu acho que não. O amor deles ainda não foi posto à prova. E assim, Santiago vai dando calor e forma a este amor. É ele que alimenta a relação, enquanto para Clara é todo um mundo novo que ela gosta, mas não sabe se pode confiar. Mas há-de chegar o dia em que estes dois vão acertar o seu amor no relógio do tempo.

Leitura conjunta com a Marta do blog I only have do livro A sombra de um passado de Carina Rosa.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!