terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Opinião | Crónica de Paixões e Caprichos (Bridgertons #1)


Crónica de Paixões e Caprichos  (Bridgertons, #1)




Autora: Julia Quinn
Ano: 2012
Número de páginas: 368 páginas
Classificação: 5 Estrelas
Sinopse: Aqui




Opinião
Antes de mais fica aqui um agradecimento à Marta do blog I only have porque, muito gentilmente me emprestou o livro. 

Nunca tinha lido nada da autora e, o engraçado, é que nunca acalentei um desejo estrondoso de ler os livros dela, e em particular desta série. Ia vendo opiniões positivas e muito boas, mas fui colocando para depois a hipótese de pegar num livro e ler. Bem, é uma ideia um pouco estúpida porque nem imaginava as coisas boas que estava a perder.

Adorei o livro!! A escrita da autora é extremamente cativante. Tem um sentido de humor fantástico que me arrancou vários sorrisos. Tem diálogos muito queridos que derretem o coração... Ofereceu-me momentos tão bons que até me faltam as palavras para o descrever. Só tenho pena de ele ter acabado tão depressa. Não me controlei, e embarquei numa leitura compulsiva e não fez com que o livro rendesse mais um pouco. Maldito, este meu vício.

Grande parte dos momentos hilariantes ficaram a cargo dos irmãos da família Bridgertons. Estes irmãos têm tanto de amoroso como de cómico. E a mãe é dotada de uma inteligência e sentido de humor que consegue manipular os filhos de uma forma impressionante. 

Apesar de todos os elementos da família aparecerem, o grande destaque do livro é a Daphne, a filha mais velha. Daphne é uma jovem diferente, despachada, prática e dotada de um sentido de humor brilhante, ao mesmo tempo que mostra a sua inteligência e sensibilidade.

Simon Basset é o duque que chega a Londres para abalar o coração das jovens casadoiras e das mães desesperadas por as casar. Simon é um homem com alguns fantasmas. Uma personagem muito bem construída que não deixa os leitores amantes deste género de livros indiferentes.
A autora conseguiu dar-lhe uma forma muito credível. Deu-lhe coragem e inteligência para ultrapassar e esconder as suas fragilidades e imperfeições. E apesar de, por vezes, se mostrar um pouco duro no que respeita aos sentimentos, lá no fundo é um homem apaixonado e com o coração cheio. Apenas tem os sentimentos mais positivos um pouco adormecidos.

Foi um bom início da série! Fiquei com imensa vontade de ler os restantes volumes. Para mim, este livro é daqueles que apetece visitar de vez enquanto.

2 comentários:

  1. Olá Silvana,

    Já vi várias opiniões acerca deste livro. Sempre boas e muito positivas! Estou cada vez mais curiosa para o ler.

    Beijinhos e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isaura!

      Espero que seja uma boa leitura!

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!