segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

[Opinião] Descalças

Descalças



Autor: Elin Hilderbrand
Ano: 2010
Editora: Contraponto
Número de páginas: 320 páginas
Classificação: 3 Estrelas
Sinopse: Aqui




Opinião

Este foi mais um dos livros que me conquistou pela capa e pela sinopse. Quando os meus olhos o encontraram na prateleira da biblioteca pensei: uma história leve e com sabor a Verão será o ideal para esta fase em que o meu tempo é bastante reduzido e a minha disponibilidade mental para leituras mais densas é quase nula.

E foi com estas ideias que parti para a leitura. No início, tive muita dificuldade em me ligar à história e às personagens. Foi um início que não despertou nem a minha atenção, nem a minha curiosidade. Achei a forma como a autora agarrou e expôs os dramas de Vicki, Brenda e Melanie pouco interessante e envolventes. É importante criar uma ligação com o livro logo desde o início, porém tal não aconteceu.

Em seguida, neste trio de amigas, introduz o Josh e a carência afectiva destas mulheres começou a valorizá-lo de uma forma um pouco exagerada. Na minha opinião, não achei muito interessante o facto de atribuírem ao Josh uma importância tão grande para o desenrolar das suas vidas. O próprio Josh, aos meus olhos, era um jovem comum e pouco interessante apesar de toda a dimensão familiar que a autora lhe deu e que foi mal aproveitada.

Depois de tantos aspectos insatisfatórios devem estar-se a perguntar o porquê das 3 estrelas. A razão que me fez subir a classificação deste livro foi o final e a forma realista como a doença de Vicki foi abordada. Foi um final feliz, mas com contornos que o tornam muito realista. Os problemas das três personagens femininas foram fechados tendo por base uma visão mais realista, sem lhe dar todas as tonalidades cor-de-rosa que iriam tornar este livro demasiado fantasioso.

Quem já leu este livro e tenha uma visão diferente da minha, partilhem-na aqui nos comentários. Gostava de saber que ressonâncias este livro provocou noutras pessoas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!