sábado, 28 de junho de 2014

[Opinião] Uma Promessa Para Toda a Vida


Uma Promessa Para Toda a Vida

Autor: Nicholas Sparks
Ano: 2013
Editora: Edições Asa
Número de páginas: 352 páginas
Classificação: 5 Estrelas

Sinopse
Para Miles Ryan, o mundo desabou no dia em que a sua mulher morreu. Missy fora o seu primeiro amor, a companheira de todos os momentos, a carinhosa mãe de Jonah, o filho de ambos. Juntos, tinham uma vida de sonho. Mas uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Foi atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Agora, dois anos depois, Miles ainda se culpa por não ter descoberto o autor do crime e Jonah, já com sete anos, vive numa imensa solidão. Mas há uma luz no seu caminho: Sarah, uma nova professora que entende a sua perda e não desiste perante as dificuldades. Ela própria está ainda a recuperar de um divórcio que a feriu de morte. Decidida a ajudar o menino, Sarah reúne-se com Miles. Desse simples encontro nascerá uma paixão verdadeira. Contra todas as expectativas, eles amam e riem de novo. Mas um segredo paira sobre o casal. Um segredo que os obrigará a questionar tudo aquilo em que acreditavam... e a fazer a escolha que mudará as suas vidas para sempre. Um dos mais ternos e intensos livros de Nicholas Sparks, Uma Promessa para Toda a Vida é uma mensagem de esperança e uma ode de amor à vida. Um romance inesquecível sobre as imperfeições do ser humano, a resistência perante a adversidade e a incomparável alegria que sentimos quando nos entregamos ao amor.

Opinião
Já há muito tempo que um livro de Nicholas Sparks não me encantava tanto. Gostei imenso do romance, do mistério, das personagens... Penso que o autor conseguiu misturar os ingredientes necessários de forma cativante e envolvente que deixa o leitor preso à história.

Relativamente às personagens, gostei muito do Miles e da forma como ele se relaciona com os outros intervenientes da história. O modo carinhoso com que cuida do filho, o jeito trapalhão nos primeiros momentos com Sarah e a sua dedicação para com a mulher falecida. A única coisa que não bate muito certo com estes elementos é a impulsividade exagerada em certos momentos cruciais. Apesar do desespero em conseguir desvendar o mistério da morte de Missy (mulher de Miles) penso que o autor poderia ter dado um pouco mais de calma e controlo à personagem.

Ao longo do livro vamos conhecendo o responsável pela morte de Missy. É um diário onde o responsável nos vai dando a conhecer o que aconteceu. Estes elementos adensam o mistério e mostra-nos uma pessoa que acabou por ser um pouco vítima. Penso que não seja muito difícil descobrir quem é. Há um acontecimento, sensivelmente a meio do livro, que dá indícios sobre quem naquela noite atropelou Missy. 

Quero destacar os diálogos entre Miles e Jonah. São cheios de sentimento e conseguem passar a boa relação entre pai e filho. 

Quanto ao final, acho que é um pouco apressado. Gostava que o autor desse um cenário mais detalhado do que aconteceu a Miles, à Sarah e ao Jonah. Não é um final muito dramático quando comparado a outros livros do autor.
Foi uma leitura que me deixou contente e que restabeleceu a minha boa relação com os livros de Nicholas Sparks. 



6 comentários:

  1. Olá :)

    Ainda só li dois livros de Nicholas Sparks: "Quem ama acredita" e "Dei-te o melhor de mim". Por acaso gostei muito, apesar de ter o receio de me cansar do género. Mas vamos indo e vamos vendo. :) Tenho já em casa mais um para ler :).
    Boas viagens

    Rosana
    http://bloguinhasparadise.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rosana,
      O melhor é intercalar com outras leituras para não enjoar, porque de facto a formula é sempre a mesma. Desse dois que referiste gostei de ambos, mas o "Dei-te o melhor de mim" não me cativou muito, não me senti ligada à história.

      Obrigada pelo comentário.
      Beijinhos e boas leituras!

      Eliminar
  2. Estou curiosa em relação a esse livro. Lembro-me da primeira vez que o vi fiquei super admirada ao ver o nome Nicholas Sparks da capa. O autor nunca tinha escrito um livro tão grande e por isso gostava de ver como melhorou em relação a livros antigos. Tenho de admitir que, apesar de um autor bestseller, os seus livros têm muitas falhas.
    Deixei-te uma tag criada por mim no meu blogue: http://the-place-of-words-and-letters.blogspot.pt/2014/06/tag-original-colorindo-literatura.html. Espero que gostes de a responder.
    Beijinhos! :)
    *Mistery

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha relação com o autor esteve em declínio... Penso que fiquei um pouco saturada da fórmula, mas este livro deixou-me encantada :).
      Já vi a TAG, obrigada! Vou ver se ainda respondo hoje.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Já li este livro há algum tempo, quando foi publicado pela primeira vez e lembro-me de ter gostado muito da história! Já tenho saudades de alguns dos livros anteriores do autor :)

    P.S. Tens o título do post incompleto :P
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essas saudades têm bom remédio, é só releres os livros ;).

      Obrigada pelo aviso :P. Acho que devia estar com fome e comi uma palavras!
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!