sábado, 5 de abril de 2014

TAG | A minha vida como leitora

Vi esta TAG no blog da Marta, I only have e, como gostei decidi responder (não sei quem a criou).
Consiste em responder a perguntas sobre a nossa relação com os livros no Passado, Presente e Futuro.


Passado
1. Com que idade começaste a ler?
Aprendi a ler com cerca de seis anos, mas só com oito anos é que comecei a ler livros com mais frequência. Havia uma biblioteca itinerante que passava todos os meses pela minha escola primária. Inscrevi-me e durante o meu percurso na escola primária lia os livros que a carrinha trazia (ainda tinhas alguma opção de escolha).

2. Qual o primeiro romance que leu?
Tirando os livros que eram de leitura obrigatória para a escola, o primeiro romance que me lembro de ter lido foi: Onze minutos de Paulo Coelho.


Depois de ter terminado o ensino primário e transitei para o ensino básico deixei de frequentar a biblioteca. Já não tinha a itinerante e a biblioteca municipal era uma realidade que ainda não me era permito experimentar porque implicava deslocações que uma criança de 10 anos não podia fazer naquele tempo (apanhava autocarro para a escola e este parava em frente à minha casa e muito próximo da escola que frequentava). Então, só lia os livros que me ofereciam e eram livros de aventuras (O bando dos quatro, Uma aventura, triângulo jota...). Então, depois de entrar no secundário comecei a frequentar a biblioteca de novo, já tinha mais autonomia e mais liberdade para ir a outros lados. Então, depois de ouvir falar tanto acerca deste livro, procurei-o e acabei por encontrá-lo na biblioteca. Onze minutos marca assim, a minha estreia com os romances destinados a uma faixa etária "mais adulta" e marca também a minha ligação ao autor Paulo Coelho. Depois deste li vários livros do autor, mas deixei de lê-lo há cerca de oito anos. Poderei retomar em breve. 

3. Que livro considera ter desenvolvido o gosto pela leitura?
Acho que foi algo espontâneo. Sempre brinquei muito sozinha e penso que os livros, ao início foram isso mesmo, uma forma de brincar quando estava sozinha. A partir daí o gosto foi-se desenvolvendo. Ao longo da minha vida já fiz algumas paragens nas minhas leituras de livros de ficção, mas a paixão pelos livros nunca diminuiu. Depois das paragens ainda volto às leituras com mais vontade. 

4. Qual a sua primeira recordação a ler?
A minha primeira recordação foi a ler a colecção da Anita no trabalho de uma prima. Lembra-me de, durante alguns sábados a acompanhar para o trabalho e de a chefe dela me dar estes livros para ler.

Presente

5. Actualmente quantos livros tens?
Deve ter entre 50 a 60 livro (só literatura). Não tenho muitos porque o meu orçamento não mo permite.

6. Qual deles é o teu favorito?
Tenho alguns deles que ocupam um lugar especial no meu coração, mas há um que se destaca.

O Grande Amor da Minha Vida
Paullina Simons
O Grande Amor da Minha Vida (O Cavaleiro de Bronze, #1)

7. Qual o mais odiado?
Neste momento é (digo neste momento porque ainda tenho alguns por ler e não sei o que lá irei encontrar):
A Pirata
Hugo Gerstl
A Pirata

8. Qual o teu género favorito?
Romance contemporâneo.

9. Com que frequência lês?
Depende da disposição e do tempo disponível. Há meses em que leio mais livros outros menos, mas normalmente varia entre 4 e 6 livros. Uma coisa é certa: raramente passo um dia sem pelo menos ler meia dúzia de páginas.

10. Literatura infantil, juvenil ou adulta?
As três. Literatura infantil porque no passado já me foi muito útil em contexto de trabalho e porque é sempre bom ler este género de histórias. Juvenil e Adulta por em ambos podemos encontrar bons temas que nos levam por momentos divertidos, dramáticos, tristes...

11. Define a tua leitura:lenta, intermédia, rápida?
Intermédia (embora haja ocasiões em que é lenta). Há livros que gostaria de ler mais rápido, mas há outros que gosto de ler devagar para poder saborear a história ao máximo.

12. Qual é o teu autor favorito e porquê?
Esta pergunta é muito difícil. São tantos!! Mas vou escolher uma que dificilmente me desilude.

Lesley Pearse

13. Livros de capa dura ou mole?
É-me indiferente. Não sou muito esquisita no que toca a estes pormenores.

14. Qual o protagonista preferido e porquê?
Uma pergunta difícil, porque tenho muito. Por isso, para não repetir vou dizer uma personagem diferente daquelas que tenho colocado aqui no blog (senão daqui a pouco vocês estão fartos de ler sempre a mesma coisa).
Então vou escolher a Sorcha do livro A Filha da Floresta de Juliet Marillier (nem eu própria acredito que estou a indicar uma personagem de um género literário que não me agrada) porque é uma personagem encantadora, que leva as suas missões até ao fim e que vive um amor com Red que encanta qualquer um. 

15. Qual o seu antagonista preferido e porquê?
Aqui vou concordar com a Marta e vou indicar a Morte do livro A  Rapariga que Roubava Livros de Markus Zuzak. Acho que é nesta personagem que conseguimos ver a criatividade do autor. Os comentários certeiros e as reflexões desta personagem não deixa ninguém indiferente.


16. Qual o livro que queres ler e ainda não conseguiste?
Tenho alguns livros que quero muito ler, mas não sei quando o irei fazer. Um deles é Dias de Ouro de Jude Deveraux. Tenho alguma curiosidade por saber como evolui esta série.
Dias de Ouro (Edilean, #2)

Futuro

17. Pretende ou já trabalha numa carreira relacionada com livros?
Não trabalho, mas se me surgisse uma oportunidade não diria que não.

18. Acreditas que os ebooks poderão ultrapassar as vendas dos livros físicos?
Apesar de cada vez mais as pessoas aderirem aos ebooks devido, principalmente, às vantagens económicas que eles oferecem, penso que para todas as pessoas que gostam de ler, um livro físico é algo que tem um valor que é difícil de definir. É tão bom sentir um livro nas mãos. 

19. Pretende incentivar a leitura nos teus filhos?
Caso os venha a ter, sim. A leitura só traz benefícios! É uma boa forma de estimular as crianças nos mais diversos domínios.

20. Achas que o teu país se vai tornar numa nação de leitores?
Sinceramente, não sei, mas gostava que sim. Se por um lado encontrei aqui na blogoesfera muitas pessoas que alimentam uma sincera paixão pela leitura, por outro lado tenho-me cruzado com uma geração de crianças e adolescentes que olham de lado para a leitura e para os livros. Jovens que não lhes dão valor nem reconhecem os benefícios que a leitura de um livro lhes poderia dar e que preferem gastar o seu tempo livre com outras coisas.

10 comentários:

  1. Boa tarde querida
    Gostei muito de te conhecer melhor através desta TAG!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito da tag e das tuas respostas :) Vou levá-la ^_^

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Obrigada, Nádia :)
    E fazes tu muito bem levá-la ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Olá! Passei pelo blog e gostei muito e já estou a seguir! Comecei o meu blog agora recentemente e gostaria muito se pudesses passar por lá e talvez seguir! Ainda está no ínicio mas vai crescendo :)

    XO, johnsreportblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá John! Obrigada!
      Já lá passei e tornei-me seguidora. Bom trabalho.

      Abraço

      Eliminar
  5. Olá!
    Já tinha visto esta TAG há algum tempo (e em vários blogs) e é interessante como podemos conhecer um pouco melhor as pessoas através das suas respostas :)

    Gostei das tuas respostas e vou levar a TAG comigo ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina,
      Obrigada :)
      Leva à vontade.... Vou já lá ver as tuas respostas :)

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Gostei muito das tuas respostas. Nunca tinha pensado nisso mas realmente a Morte do "A rapariga que roubava livros" é uma excelente antagonista:) Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Catarina! :) É verdade, a Morte é um dos melhores antagonistas. Acho que se deve à forma fantástica como o autor lhe deu "forma". Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!