quinta-feira, 6 de março de 2014

[Opinião] Um refúgio para a vida


Um Refúgio Para a Vida

Autor: Nicholas Sparks
Ano: 2010
Editora: Editorial Presença
Número de páginas: 360 páginas
Classificação: 3 Estrelas

Sinopse
Katie, uma jovem reservada e bonita, vai viver para a cidade de Southport, na Carolina do Norte, onde todos se interrogam sobre o seu passado. Que mistérios esconderá aquela mulher que parece determinada em encobrir os seus encantos e evitar novos laços afectivos? No entanto, e apesar de todas as suas reservas, Katie começa a criar raízes naquela pequena comunidade, à medida que uma nova amizade e um novo amor lhe vão fazendo baixar as defesas. Nicholas Sparks traz-nos uma protagonista fragilizada por um amor que se desvirtuou e que tem de aprender a lidar com as suas sequelas se quiser voltar a amar.

Opiniões
Um refúgio para a vida conta-nos a história de Katie, uma mulher que faz de tudo para se libertar de um passado cinzento. Por isso, procura um lugar para viver onde tenta colar os pedaços da sua alma que o seu passado fez o favor de destruir. Aqui ela vai encontrar de novo o amor nos braços de Alex.

É um livro muito fácil de ler, com uma narrativa muito fluída que consegue prender o leitor desde a primeira páginas, porém não somos confrontados com grandes surpresas. Do meu ponto de vista, é fácil deduzir o que vai acontecer às personagens. A ausência do factor surpresa foi um dos aspectos que me deixou um pouco desiludida. Faltaram aqueles elementos surpreendentes e inesperados que são tão característicos deste autor.
Outro aspecto que senti falta foi ao nível dos diálogos. Uma característica que destaco em Nicholas Sparks são os diálogos profundos que mexem com as emoções. Existem alguns aqui no livro, mas estão longe dos diálogos de outros livros. Daquilo que me é possível comprar, penso que este é um dos livros do autor com menos diálogos, daí também não encontrar aquilo que procurava.

A relação entre Alex e Katie é bonita logo desde a forma com que se inicia. As características de Alex ajudam, assim como as características dos seus próprios filhos. Nesta relação só houve um aspecto que não gostei tanto. A certa altura do livro eles têm uma discussão, discussão essa que me pareceu forçada e a reconciliação foi demasiado precipitada e fácil, sem os tais diálogos profundos que mexem com a própria alma das personagens.

O que está por detrás do passado de Katie é a violência conjugal e neste ponto o autor conseguiu fazer um bom trabalho. Boa contextualização do problema, boa caracterização do agressor (são poucos os livros que mostram este lado da violência conjugal) e bom encadeamento das situações. Kevin, o marido de Katie, é uma personagem credível e bem construída. A sua personalidade aparece bem caracterizada e é fácil de transportar para a cabeça dos leitores.

Em relação ao final, houve partes que gostei, mas outras que achei que não fazia sentido nenhum estarem ali. Foi apressado e no que respeita aos acontecimentos culminantes as consequências daí resultantes não me convenceram. 

A leitura deste livro deixou-me a pensar na minha relação com o autor. Será que estou a enjoar de Nicholas Sparks?

Boas leituras e deixem-se invadir pelas palavras!

11 comentários:

  1. Pois, este como foi o primeiro que li do autor e acabou por não se focar demasiado na relação amorosa, acabei por gostar. Acredito que quem lê bastante livros do autor acabe por se "fartar" um pouco da fórmula do autor. Se calhar fazes uma pausa prolongada e depois quando voltares vais gostar mais:) Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, normalmente as histórias dele são características, mas ele consegue dar uma profundidade emocional que me cativa. Já não lia Nicholas Sparks há quase dois anos :). Fiz essa pausa de forma propositada. Acho que o meu problema foi estar à espera de outras coisas que não encontrei.
      Agora emprestaram-me mais dois para ler :P. Vamos lá ver como correm estas 2 leituras.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Viva,

    Já tive a minha fase do escritor, mas depois de vários parei e gostei sempre de ler e nunca me tenha saturado. Ainda tenho varios para ler e acredito que sejam livros que sabem ler volta e meia, até para variar um pouco

    Mas por norma o estilo é sempre mesmo :D

    Este não li

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fiacha,

      Eu não é que não tenha gostado, mas não sei, acho que esperava mais do livro. Por isso penso que talvez tenha enjoado do escritor ao ponto de já não me encantar com os livros dele.

      Espero que gostes quando chegares a ler.
      Bjs

      Eliminar
  3. Li esse livro e na altura adorei. Os POVs do Kevin (?) fizeram-me curvar os dedinhos dos pés. Porém, odiei o último livro que li de NS e desde aí que me mantenho afastada do autor. Não tenciono reler os livros dele, porque sei que se os reler a classificação cai em flecha e vai arruinar-me as boas memórias :x

    PS: No último livro que li dele, reconheço alguns dos aspectos negativos que realças neste. Foi só por isso que o trouxe à baila :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que comentaste! Lá está a fórmula de Nicholas Sparks vai-se mantendo ao longo dos livros e depois de ler muitos deixamos de gostar e é claro que nos ficamos por uma única leitura.
      O último que leste foi "Um homem com sorte", não foi? (lembro de comentar no teu blog ou de ver na altura). Este livro não consegui terminar a leitura. Fiquei-me pelos primeiros capítulos porque já me estava a aborrecer.

      Beijinhos

      Eliminar
    2. Sim foi o Um Homem com Sorte. É como dizes, a fórmula repete-se e é por isso que já não consigo ler NS
      Pergunto-me quando acontecerá o mesmo com SK :x

      Eliminar
    3. Da SK só li um e até gostei. Mas se foi com NS terei de ler muito até enjoar. De NS já li um total de 11 livros (isto se fiz bem a contagem) e só comecei a enjoar recentemente.
      Uma verdade é que quando já conhecemos a fórmula do autor, por vezes a leitura torna-se aborrecida. Mas nem sempre isto acontece. Lá está, tudo depende de mil e um factores.

      Eliminar
    4. Exacto. E estou a ler SK espaçadamente e coiso e tal, mas ainda só li metade -.-''

      Eliminar
    5. Então é bom sinal! Pode ser que não te sintas enjoada com a fórmula! Talvez ainda possas ser surpreendida (isto é uma das razões porque ainda continua a ler NS :P)

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!