quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Final Feliz [Opinião]



Autor: Pedro Strecht
Ano: 2008
Editora: Assírio & Alvim
Número de Páginas: 142 páginas
Classificação: 2 Estrelas
Desafio: Ler em Português de Portugal

Sinopse
Final Feliz é um livro que reúne um conjunto de crónicas sobre dificuldades no desenvolvimento recíproco das relações entre pais e filos. Partilhando quase sempre de pequenos exemplos concretos, desenvolvem-se ideias teóricas que explicam algumas origens bem como certas soluções dessas mesmas dificuldades, realçando sempre os aspectos positivos e saudáveis que devem prevalecer durante os ciclos evolutivos das famílias. Este livro destina-se a pais, educadores, professores, assistentes sociais, médicos e todos aqueles que, junto dos mais novos por quem são responsáveis, desejam viver histórias de... final feliz!

Opinião
Pedro Strecht é um pedopsiquiatra que tem como preocupação a criança e as suas preocupações. Neste livro, o médico oferece a pais, educadores profissionais que trabalhem com crianças, uma visão muito realista das relações estabelecidas entre pais e filhos.

Recorrendo a termos simples a a explicações acessíveis a qualquer pessoa, o autor dá a entender o que  o que pode potenciar determinadas situações. Este é um óptimo livro para os pais ficarem a conhecer formas saudáveis de se relacionarem com os seus filhos.

No livro são abordados diferentes temas que vão desde problemas psicopatológicos (depressão, perturbação obsessivo-compulsiva) ao luto e aos problemas inerentes às diversas etapas de desenvolvimento. 

Tendo por base um olhar mais profissional, o autor é um pedopsiquiatra que se baseia muito no modelo psicodinâmico. Nem todos os conceitos ligados à psicanálise são do meu domínio e não me identifico totalmente com eles em termos de ferramenta de trabalho, porém reconheço mérito a esta corrente de pensamento uma vez que foi a partir dela que todas as outras formas de intervenção apareceram. Esta influência psicanalítica que o autor segue está bem subjacente em algumas crónicas que eles nos apresenta.

Boas leituras e deixem-se invadir pelas palavras!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!