quinta-feira, 9 de maio de 2013

Perdidos (Série Perdidos #1) [Opinião]


Perdidos

Autor: Rute Canhoto
Ano: 2012
Número de Páginas: 352 páginas
Classificação: 4 Estrelas
Desafio: Novos autores / Reading Romances

Sinopse

Marina, de 17 anos, leva uma vida monótona e confortável, centrada no objectivo de ter boas notas para entrar na universidade.
Findas as férias de verão, tem início um novo ano lectivo que se revela repleto de novidades, entre elas Lucas. A misteriosa figura do aluno desperta-lhe a atenção, apesar da aura obscura que o rodeia. Mais tarde, Joshua junta-se à turma e um turbilhão de sentimentos contraditórios assola Marina, deixando-a confusa e sem saber que caminho seguir. E se fizer a escolha errada?
Em simultâneo, o cosmos da rapariga fica completamente virado do avesso com uma série de inexplicáveis acidentes, que parecem querer colocar um ponto final na sua existência. Afinal, o que se estará a passar? A resposta será uma revelação inesperada, que dará a conhecer ao mundo os Perdidos.


Este é o primeiro volume da trilogia Perdidos, uma série na qual coração e razão entram em conflito. Nem sempre o que gostaríamos de ter é o melhor para nós. Mas e se o que nos dizem não ser bom para nós, é exactamente aquilo de que precisamos? Viver implica correr riscos, demasiado grandes às vezes.


Opinião

Em primeiro lugar quero agradecer à Rute a amabilidade em disponibilizar o seu livro para que os autores de blogs o pudessem ler. OBRIGADA RUTE!

Perdidos conta-nos a história da adolescente Marina que, de uma momento para o outro vê a sua vida virada do avesso. Coisas estranhas começam a dificultar-lhe a sobrevivência, mas por obra de forças estranhas acaba por se salvar dessas mesmas desventuras.

Marina é uma adolescente comum, com preocupações normais para a sua idade. É fácil empatizar-mos com ela. O seu comportamento vai evoluindo ao longo do livro. Esta mudança parece um pouco repentina para o tipo de personalidade que nos é apresentada, mas penso que é justificável perante as coisas estranhas com que é obrigada a lidar e com o despertar do amor no seu coração, até ao momento fechado... Se o amor tem razões que a própria razão desconhece tem, igualmente, comportamentos que o pensamento racional não consegue explicar. Penso que isso foi o que aconteceu com Marina, ela vê envolvida e em situações, de uma forma tão repentina, que não há uma explicação lógica para tudo aquilo. Embora ela a tenha tentado procurar.

Ana, a sua melhor amiga, é uma personagem engraçada e com uma amizade bastante credível com Marina. Este aspecto é algo que transparece de forma muito clara através da escrita da Rute. Acho que  Ana tem como principal função na história aligeirar o ambiente, tornando-o mais engraçado. Gostei desta Ana!!

Em relação aos rapazes que preenchem as páginas deste livro é claro que destaco Lucas, o lado negro da história. Lucas representa o fantástico do livro, aquele que está por detrás das coisas inexplicáveis de Marina! Não esperem encontrar aspectos comuns com outros livros. Muito inteligentemente, a Rute introduziu conceitos inovadores e aspectos diferentes daquilo que os livros do género nos têm oferecido. Para mim, este é um aspecto muito importante porque me fez continuar a ler o livro e a ficar presa às palavras. Estava muito curiosa por saber os segredos de Lucas, o que é que ele escondia, qual a sua verdadeira história! 
Confesso que pensava que Joshua também era detentor de segredos mágicos e de poderes e capacidades que a razão é incapaz de explicar, mas, neste volume tal não se confirmou! Será que irá acontecer algo nos próximos volumes? Aguardo ansiosamente....

Os aspecto menos positivos do livro são a existência de alguns erros e o final um pouco frio. Confesso que estava à espera que a história culminasse de forma diferente.

É um bom livro, de uma escritora portuguesa que merece o nosso reconhecimento. Acho que devíamos dar mais oportunidade àqueles que são os nossos escritores! As lutas constantes que eles enfrentam para ver o seu trabalho reconhecido e apreciado pelos leitores merece um pouco mais da nossa atenção.

Deixem-se invadir pelas palavras!
Boas leituras.

2 comentários:

  1. Obrigado pela tua opinião e pela tua disponibilidade para leres o livro ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço Rute. Foi um prazer ler o livro! :)

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!