quarta-feira, 24 de abril de 2013

Top Ten Tuesday - 10 livros que achei que ia gostar mais ou menos do que na realidade se acabou por verificar (3)


O Top Ten desta semana tem como tema os dez livros que achei que ia gostar mais ou menos do que aquilo que acabou por se verificar.

Este top ten é um pouco difícil para mim porque não costumo criar muitas expectativas em relação aos livros que vou lendo. Gosto de manter a mente aberta e deixar-me desfrutar pela leitura. 




Livros que pensei que ia gostar mais:
1. Ao anoitecer- Susan Minot: Este livro conquistou-me pelo titulo e pela sinopse, porém a leitura tornou-se aborrecida e nem sei como consegui terminar o livro. Faltava dinamismo e credibilidade dos acontecimentos,  as personagens eram vazias e não despoletaram em mim qualquer tipo de afinidade.

2. O véu pintado Somerset Maugham: Parti para esta leitura depois de ter ficado apaixonada pelo filme. No filme, as personagens são cativantes e a história bastante envolvente. Com o livro senti imensa dificuldade em criar ligação com tudo. Dava a sensação que a narrativa caia no vazio, não havia emoção nem envolvimento. Tive imensa pena de não ter gostada deste livro. É dos poucos filmes que gosto mais do que o livro.

3. A minha verdade é o amor: Luanne Rice: Já tinha lido várias críticas positivas acerca desta autora, mas o livro não me convenceu. Achei que havia aspectos confusos no livro, nomeadamente todos os aspectos relativos às famílias e às origens de Tom Kelly e da Irmã Brenadette.

4. Homens, dinheiro e chocolate: Menna Van Praag: O livro tem uma história muito básica e pouco desenvolvida. Pela sinopse estava à espera de uma história mais sólida.

5. A casa na praia - Anita Shreve: Foi o primeiro livro que li desta autora, por isso não sabia muito bem o que esperar. Foi uma leitura aborrecida e com uma história pouco cativante. 

6.Sangue Fresco - Charlaine Harris: O primeiro livro de uma saga de vampiros que não prima pela originalidade. As personagens são básicas e não despertam interesse. Os vampiros aqui descritos não são criaturas que despertem a curiosidade dos leitores (excepto o vampiro Eric).

7.Cinco quartos de laranja - Joanne Harris: Por todos os comentários positivos que já tinha lido noutros blogs estava à espera de encontrar outro estilo de escrita. O livro não me conseguiu cativar e a leitura tornou-se aborrecida. Foi o primeiro livro da autora que li, mas apesar de não ter ficado fã voltarei a dar outra oportunidade.

Livros que gostei mais do que aquilo que pensava que ia gostar:
1. A rapariga que roubava livros - Markus Zusak: Estava a ficar desiludida com o início do livro, mas a intensidade da história tornou-o um dos melhores livro que alguma vez já li. É comovente, original, intenso e com uma forte mensagem. 

2. Um dia - David Nicholls: Quando vi que o livro apenas ia narrar um dia ao longo de 20 anos da história de dois amigos, pensei que iriam faltar aspectos importantes e que dificultariam a ligação do leitor com a história e as personagens. Mas tudo aconteceu pelo contrário: adorei o livro, adorei as personagens e gostei muito da forma como o autor encadeou tudo para tornar este livro delicioso.

3. O jardim dos segredos - Kate Morton: Mais uma vez foi o primeiro livro que li da autora e as primeiras páginas quase me fizeram desistir. Apesar de o início ser um pouco lento, o desenvolvimento dos acontecimentos tornou a leitura viciante. Os pequenos contos infantis presentes no livro  tornam a leitura ainda melhor.

E vocês, quais foram os livros que vos surpreenderam quer pela positiva, quer pela negativa?
Boas leituras!
Silvana 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!