domingo, 31 de março de 2013

Por detrás da Tela - A Juventude de Jane




Ficha Técnica
Actores: Anne Hathaway (como Jane Austen) e Jame McAvoy (como Tom Lefroy)
Género: Biografia, Drama
Ano: 2007

Classificação
5/5 Estrelas

Opinião
Este filme conduz-nos numa viagem pela vida de Jane Austen, uma jovem aspirante a escritora que acredita no amor. Numa Inglaterra de 1795, onde o destino da jovens é casar-se com um homem rico, Jane tenta resistir a esta pressão social. 
Com uma vida social activa, Jane é uma amante das palavras. Numa recepção privada em sua casa conhece Tom Lefroy, um irlandês arrogante que interrompe a sua leitura e depois emite comentários menos abonatórios sobre as suas palavras. Apesar deste primeiro encontro pouco simpático, Jane facilmente se encante pelo espírito livre, pela sua inteligência e arrogância. Porém, esta sociedade não facilita as coisas e o dinheiro condiciona todas as atitudes e Jane não tem a sorte de ter uma família rica. Será que Jane terá coragem suficiente para desafiar a sociedade com todas as suas convenções? Terá coragem de enfrentar os pais que querem que ela aceite o pedido de um jovem rico com uma personalidade demasiado fraca?

Este é um filme baseado na vida de Jane Austen. Confesso que depois de ter visto o filme Orgulho e Preconceito a minha curiosidade em relação a Jane Austen aumentou. É vergonhoso eu ainda não ter lido nada escrito por ela, mas acho que não me vou arrepender. 
É um filme de época, preenchido por todas aquelas características que facilmente nos transportam para um lugar diferente da nossa realidade. A atitude das personagens, a forma como se comportam, as festas, o modo de vestir, as ideias estereotipadas em relação às mulheres são bem representadas neste filme. Jane tem uma luta particular: afirma-se no mundo da escrita. Um mundo, tal como tantos outros, destinado aos homens que vai exigir a perseverança de Jane, para que ela possa vencer.
Apesar de não ter um final feliz, eu gostei. Acaba por oferecer um pouco mais de realismo uma vez que na vida real nem tudo é cor-de-rosa e a típica expressão "o amor e uma cabana". Jane, na minha modesta opinião, teve uma atitude sensata perante as difíceis escolhas que teve de fazer.
Tom surpreendeu-me no final. Nas imagens finais pensei que as coisas ainda iam dar a volta e uma explosão de cor-de-rosa oferecesse ao filme um Happy End (acho que era o lado romântico a manifestar-se).

Um filme muito bom. Deixem-se invadir pelas imagens. 
Silvana

6 comentários:

  1. Olá! Adoro os livros da Jane Austen e adoro ver filmes baseados nos livros dela. Este ainda não vi. Está no cinema?
    Boa Páscoa!
    Sandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandra,
      Não, não está no cinema.
      Vi-o esta tarde aqui num site da internet (http://www.wareztuga.tv).
      Tem muitos filmes e de boa qualidade!
      Beijinhos e Boa Páscoa!
      Silvana

      Eliminar
  2. Gosto tantoooo deste filme *.* E tal como tu, o meu coração romântico também se manifestou, queria um final cor-de-rosa :'(
    By the way, também ainda não li nada da Jane Austen, é uma vergonha --'

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu desconhecia o filme... De entre muito que apareceram fiquei indecisa entre este e o filme "Jane Eyre". Acabei por me decidir por este e não me arrependi!
      Pois, a Jane merecia. Mas também penso que se não tivesse continuado solteira talvez não conseguisse realiza o seu sonho de ser escritora! Beijinhos

      Eliminar
  3. Olá :)

    Deixei-te um selo em http://paginas-encadernadas.blogspot.pt/2013/04/selos-liebster-award-e-versatile.html

    Beijinhos*

    BTW: Fiquei desiludida com o filme ;_; aborreceu-me de morte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Catarina :). Já lá vou buscar!!

      Oh! O filme é tão bonito! Tenho pena que te tenha aborrecido!

      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!