quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Palavras Memoráveis

Eu só queria ver de que material era feito o teu amor por mim. Precisava de escangalhar o teu coração para o fazer encaixar no meu. E agora tenho que o desencaixar outra vez para sair deste limbo. Mas não sei como. Sem o teu coração não consigo amar - não me abandones outra vez. Logo eu, que amava o mundo inteiro, não é? Amar em abstracto é muito mais ágil do que amar em concreto. 
Inês Pedrosa, in  Fazes-me falta

6 comentários:

  1. Gostei especialmente desta parte "Amar em abstracto é muito mais ágil do que amar em concreto." *.*

    ResponderEliminar
  2. Já me tinha falado deste livro, mas agora ainda fiquei mais curiosa ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não gostei muito, mas espero que gostes! :)

      Eliminar
  3. Eu gostei mais ou menos do livro, mas sem dúvida que tem passagens bem bonitas como esta que transmites aqui =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, tem algumas passagens bonitas e pouco mais!! Eu estava à espera de mais

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!