domingo, 27 de janeiro de 2013

O Feitiço da Lua - Opinião



Autor: Sarah Addison Allen
Ano: 2010
Editora: Quinta Essência
Número de Páginas: 241
Classificação: 3 Estrelas
Desafio: De A a Z...
                           Reading Romances
Sinopse
No seu mais recente romance mágico, Sarah Addison Allen convida-nos a visitar uma pitoresca cidade do Sul dos Estados Unidos onde duas mulheres bem diferentes descobrem como encontrar o seu lugar no mundo, por mais deslocadas que se sintam.

Emily Benedict vai para Mullaby, na Carolina do Norte, na esperança de resolver pelo menos alguns dos mistérios que rodeiam a vida da mãe. Porém, assim que Emily entra na casa onde a mãe cresceu e trava conhecimento com o avô, cuja existência sempre desconhecera, descobre que os mistérios não se resolvem em Mullaby, são um modo de vida: o papel de parede muda de padrão para se adequar ao estado de espírito do ocupante do quarto, luzes inexplicáveis dançam pelo quintal à meia-noite, e uma vizinha, Julia Winterson, cozinha esperança sob a forma de bolos, desejando não apenas satisfazer a gulodice da cidade mas também reacender o amor que receia ter perdido para sempre. Mas porque desencorajam todos a relação de Emily com o atraente e misterioso filho da família mais importante de Mullaby? Ela veio para a cidade a fim de obter respostas, mas tudo o que encontra são mas perguntas.
Um bolo de colibri poderá trazer de volta um amor perdido? Haverá mesmo um fantasma a dançar no quintal de Emily? As respostas não são nunca o que esperamos, mas nesta pequena cidade de adoráveis desadaptados, o inesperado faz parte do dia-a-dia.

Opinião
Este foi o segundo livro que li da Sarah Addison Allen e foi de encontro às minhas expectativas... Um romance preenchido por recantos de magia, mistério, amor, amizade, reencontros... É uma leitura muito leve e agradável que nos transporta a lugares mágicos, a personagens muito únicas e muito próprias. Contudo, queria mais deste livro... senti que a autora poderia dar mais ao leitor, em vez de o deixar pela superficialidade. Na minha opinião, a narrativa do livro beneficiaria se fosse mais esmiuçada. Acho que falta mais enredo, falta mais actividade para as personagens, falta um maior desenvolvimento do final, e também penso que o livro merecia outro final (a não ser que o livro tenha continuação).

A sinopse é excelente, por isso conseguem perceber muito bem a história a partir daí. Gostei muito de todas as personagens. Todas elas têm um papel importante na narrativa, contudo, e como já referi anteriormente, mereciam mais destaque no livro. Gostaria de saber mais sobre a mãe de Emily, dos acontecimentos que marcaram a vida de Julia e Sawyer, e da história familiar do Win. 

O mistério em torno dos membros da família de Win é muito engraçado, mas acho que seria ainda melhor se fosse mais aprofundado, se a autora criasse mais situações em que ele era visível, se houvesse mais história por detrás de toda esta magia.  

O final não cria muitas surpresas aos leitores. É uma narrativa aberta (que eu, por acaso, gostaria de ver fechada e desenvolvida, porque a Júlia merecia!!) que dá espaço ao leitor para imaginar o restante. Neste sentido acho que este livro carece de um livro de continuação para dar a conhecer a história da personagem que entra no último capítulo e desenvolver aquele tão aguardado reencontro.   

A capa é muito bonita e o título brilha no escuro. 

Deixem-se invadir pelas palavras! Boas leituras!

2 comentários:

  1. Será uma das minhas próximas leituras! pena nunca mais ter visto mais livros desta autora editados em portugal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que gostes, Carol! Acho que em Portugal só estão editados quatro livros! Só me falta ler um :)

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!