quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

A Siciliana - Opinião

 Autor: Sveva Casati Modignani
Ano: 2004
Editora: Asa
Número de Páginas: 373
Classificação: 4/5
Desafio: De A a Z... (1/26)

Sinopse
Na Sicília, uma enigmática freira dá a um jornalista uma entrevista reveladora. O seu  nome Nancy Pertinace e, antes de desaparecer nos confins daquela ilha, era uma das mulheres mais famosas de Nova Iorque, cidade onde contava poder vir a ser mayor. Mas o seu passado pesa a longa sombra da Máfia e no seu presente nem tudo parece claro...
Filha, amante, assassina e mãe, Nancy acaba por descobrir que é impossível fugir aos fantasmas do passado e que terá de enfrentar toda uma história de paixão, intriga e vingança... caso queira tomar de novo as rédeas do seu destino.

Opinião
Mais uma vez Sveva conseguiu levar-me numa leitura compulsiva... A partir do momento em que comecei a entrar no fantástico enredo que ela criou não conseguiu largar o livro.

A Siciliana leva-nos ao mundo obscuro da máfia... As ligações perigosas, a morte, os mistérios, a lealdade entre os membros... No fundo, uma organização que não olha a meios para atingir os seus fins. Uma sociedade paralela onde se mata e se morre por dinheiro e poder. Confesso que a parte onde toda esta sociedade nos é apresentada e onde nos é dada a conhecer a rivalidade entre duas família mafiosas é um pouco complexa e exige bastante atenção da parte do leitor. Por esta razão, foi a parte que me ocupou mais dias de leitura, precisei de reler algumas passagens para entender os meandros de traições, acordos, assassinatos... Ufa!! É mesmo complexo.

Já se devem perguntar, sendo Sveva uma escritora de livros onde a personagem feminina assume um grande destaque, mas onde está a nossa personagem principal? Onde é que ela se encaixa no meio desta viagem pela máfia? Nancy entra neste mundo um pouco arrastada pelas peripécias da vida. Peripécias essas que nos deixam em euforia até à ultima palavra. Esta personagem feminina é um pouco diferente das personagens femininas de outros livros. Nancy é mais determinada, corajosa, lutadora e obstinada. Os sentimentos que ela me foi despoletando ao longo da leitura foram vários... Cheguei a não gostar muito dela, mas tentava perceber o porquê dos comportamentos que ela ia tendo. Sim, Nancy tem um personalidade complexa e profunda que deixa o leitor na expectativa em relação à forma como ela reagirá a determinadas situações.

Taylor, o último marido de Nancy, foi aquele que teve o dom de me deixar de "boca aberta"!!!! Não vou dizer o motivo porque vos iria estragar a curiosidade, mas há uma determinada altura do livro que deixa ao leitor pistas que não o deixam tão desprevenido no momento alto deste senhor.

O final deixou-me numa sensação estranha... Na minha opinião, a escritora deveria ter dado mais tempo ao final, desenvolvendo mais as personagens e os acontecimentos. Este cuidado final tornaria os acontecimentos mais claros.

Posso dizer que comecei muito bem as minhas leituras  de 2013. É um livro viciante, de uma escritora que eu gosto muito. Nunca me canso dos livros dela, porque consegue sempre "apimentar" os acontecimentos mais banais.

Espero que se deixem invadir pelas palavras :) Boas leituras!

4 comentários:

  1. Olá!=)

    Li este livro o ano passado, penso eu e adorei! Adoro a escritora e o facto de utilizar sempre personagens femininas, que nos inspiram!=)
    Ainda bem que gostaste!=D

    Bjinhos e boas leituras!**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :)
      Obrigada pelo comentário!7

      Sim, esta escritora é fantástica!! Já li muitos livros dela e quase todos de uma vez. A partir do momento em que a "conheci" tornei-me fã!!

      Beijinhos e boas leituras!

      Eliminar
  2. Compreendo perfeitamente!Quando o li o primeiro livro apercebi-me que ia tornar-me fã incondicional!Já li dois livros dela e só posso dizer: "venham mais"!
    beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já li quase todos os livros dela... Cada um melhor que o outro. É uma das minhas escritoras de eleição :)

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!