domingo, 30 de dezembro de 2012

Os cinco melhores livros de 2012

O primeiro dia e A primeira noite (Marc Levy)
 

Para mim é impossível olhar para estes dois livros separadamente. Dependem um do outro e foram, sem grandes dúvidas uma das melhores surpresas de 2012. Marc Levy parte de temas interessantes, prendendo o leitor a momentos de acção, romance, descoberta... São dois livros que recomendo. 
 
Mensagem do Vietname (Danielle Steel)
 
Danielle Steel entrou no meu mundo literário como todos os outros livros, por caso. Antes da criação do blog desconhecia o mundo literário que por aqui existia, por isso ia à biblioteca e trazia os livros que me saltavam à vista. Este livro foi sugestão do bibliotecário (por acaso os primeiros que aqui aparecem na lista foi também por recomendação deste simpático senhor) que me disse que, para ele, tinha sido o melhor livro de Danielle Steel. De facto não me desiludiu e foi o meu preferido até ler o Um longo caminho para casa. A história é muito comovente, os cenários de guerra muito bem descritos. É uma montanha russa de emoções.
 


A Rapariga que roubava livros (Markus Zusac)
A rapariga que roubava livros é um livro denso, com uma mensagem muito forte. Desde já, o cenário (2ª Guerra Mundial) que serve de palco a toda a narrativa é capaz de prender qualquer leitor. Depois, qualquer ser humano é incapaz de ficar indiferente a vida de uma criança que se vai cruzando com as injustiças e maldades provocadas por outros seres humanos. Considero este um bom livro para reflexão.
 
Um longo caminho para casa (Danielle Steel)
Um longo caminho para casa brinda o leitor com uma enorme carga emocional logo desde as primeiras páginas. Uma criança, vítima de maus tratos traça um caminho vitorioso. As cenas de violência são muito bem escritas e são capazes de provocar as mais diversas emoções. Adorei este livro e, para mim, até ao momento é o melhor livro de Danielle Steel.
 
 
Procuro-te (Lesley Pearse)
Lesley Pearse é outras das minhas autoras com um lugar especial nas minhas preferência. Neste livro ela brinda-nos com descrições fantásticas e uma narrativa muito cativante. Não é a história principal (a procura da mãe biológica por parte de Daisy) que torna este livro um dos meus preferidos, mas sim tudo aquilo que nos é apresentado da família biológica de Daisy e da relação controversa entre duas irmãs (mãe e tia de Daisy). Não é o meu livro preferido da autora, contudo foi uma das minhas melhores leituras de 2012.
 
 
Esta é apenas a minha visão... Aliás todas as minhas opiniões são baseadas na minha visão sobre aquilo que vou lendo. Não é, de todo, a mais correcta. Apenas quero que as pessoas que aqui vêm encontrem uma visão do livro e da narrativa do que um simples resumo da história.
 
 
Boas leituras! :)


6 comentários:

  1. Desses ainda só li o "Procuro-te" da Lesley Pearce e adorei, surpreendeu-me bastante! :)

    Beijinhos e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      Do que tenho acompanhado no teu blog parece-me que gostas um bocadinho de cada género! Masmo assim, aposto que os de Marc Levy te iriam deixar presa às palavras!

      Beijinhos, boas leituras e um excelente 2013!

      Eliminar
    2. É verdade, não me consigo decidir por um género, gosto de ler um bocadinho de tudo xD Por acaso tenho uma grande curiosidade relativamente aos livros desse autor, vou tentar ler qualquer coisa dele em 2013 :)

      Beijinhos e boas entradas! :D

      Eliminar
    3. Isso é bom Mónica!!! Eu também gosto um bocadinho de tudo! Fico à espera dessas opiniões! Beijinhos

      Eliminar
  2. Tenho mesmo que ler esses livros do Marc Levy, sim porque eu quanto gosto de m autor leio tudo até me fartar (como foi o caso do Nicholas Sparks).
    Quanto a Danielle Steel, partilho contigo, o livro Um Longo Caminho para Casa é o meu preferido dela.
    Com quando gosto, gosto mesmo e quanto não gosto, não gosto, li uma vez m livro da Lesley Peaser, Nunca me esqueças, era tão dramático que me tirou a vontade de ler outro livro dela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou também um bocadinho assim... Quando descubro um autor que gosto é até enjoar... Mas sim tens de ler aqueles dois, espero que gostes :)
      Tenho pena que não gostes da Lesley... O "Nunca me esqueças" foi o primeiro livro que li dela e fiquei fã, mas esse foi o que menos gostei... Experimenta o "Procuro-te". Acho que deves dar-lhe uma segunda oportunidade!!
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!