quinta-feira, 6 de setembro de 2012

O primeiro dia (Le Premier Jour #1) [Opinião]



Autor: Marc Levy
Ano: 2010
Número de páginas: 363
Editora: Contraponto
Classificação: 6/6

Sinopse:
Um objecto misterioso encontrado num vulcão adormecido vai mudar para sempre a vida de Adrian e Keira. Juntos embarcarão numa aventura extraordinária que os levará das margens do lago Turkana, no coração de África, até às montanhas da China, em busca da resposta a uma das perguntas ancestrais da humanidade: como começou a vida na Terra?
Keira é uma arqueóloga ambiciosa e cheia de paixão que está a dirigir a sua primeira escavação no vale do Omo, na Etiópia. Quando uma tempestade de areia destrói a escavação, ela não tem outra hipótese senão abandonar a expedição e regressar a Paris. Traz consigo uma jóia estranha que lhe foi oferecida por um órfão etíope…
Adrian é um astrofísico de sucesso que está de licença sabática a fazer investigação num observatório remoto, no planalto de Atacama, no Chile. Contudo, incapaz de lidar com o ar rarefeito da altitude montanhosa, é obrigado a regressar a Londres.
Enquanto competem por uma bolsa prestigiosa em Londres, os caminhos de Keira e Adrian cruzam-se. Acidentalmente, Keira deixa a sua jóia com Adrian, fazendo despertar a sua curiosidade científica. Adrian começa a investigar as origens desta enigmática jóia, e rapidamente se apercebem de que há misteriosas personagens atrás do precioso objecto…

Opinião
Este livro é simplesmente divinal... Marc Levy brinda-nos com um escrita apaixonante. Todas as suas palavras nos prendem às folhas, levam o nosso pensamento aos mais diversos pontos do planeta, liga-nos intensamente às maravilhosas personagens a quem ele dá vida.

Keira e Adrian formam um casal maravilhoso e apaixonante... Não menos apaixonantes são as aventuras que os dois partilham em busca das respostas para a sua grande curiosidade científica. Ambos adoram aquilo que fazem e juntos fazem um dupla de sucesso...
As magníficas descrições que acompanham as aventuras de Keira e Adrian são perfeitas e conseguem transportar-nos para o local... Fazem-nos querer amarrar numa mochila e voar para junto deles.
A narrativa é muito bem construída e dinâmica, não nos deixando tempo para aborrecimentos! As palavras são muito bem escolhidas pelo autor unindo-se, num conjugação perfeita, para proporcionar ao leitor as mais diversas sensações e emoções.
O final do livro é surpreendente e deixa o leitor em pulgas para ler os acontecimentos seguintes! Eu já comecei :)! Arrisquem-se também por estas páginas e não se arrependerão!
Boas leituras

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Vale muito a pena Carol... Melhor ainda é o segundo... Acabei de o ler no domingo e foi muito bom... Sim... É um livro com muito mistério, romance... Ele tem uma escrita divinal...

      Eliminar

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!