sábado, 21 de janeiro de 2012

Poetic dreams

Porque há músicas que são verdadeiras poesias...

Só eu te posso ajudar
Olha para mim
Diz-me quem tu és
Olha bem para mim
E diz-me quem tu vês
Em mim acendes o desejo
Que deixei para lá do mar

Só eu te posso ajudar
Só eu te posso ajudar
A atingir esse bem estar
Que vem no fim

Diz-me se é amor

Fala-me de ti
Eu quero o teu sabor
Em mim ficou esse teu beijo
Que me deste ao pé do mar

Só eu te posso ajudar
Só eu te posso ajudar
A descobrir esse lugar
P'ra lá do fim
E dizer

Meu amor, meu amor,
Que bom que é p'ra mim
Meu amor, meu amor
Que bom, que bom que é no fim

Só eu te posso ajudar
Só eu te posso ajudar
A dizer, meu amor, meu amor

Que bom que é p'ra mim
Meu amor, meu amor
Que bom, que bom que é no fim

Meu amor, meu amor,
Que bom que é p'ra mim
Meu amor, meu amor
Que bom, que bom que é no fim

          Delfins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo tempo que dedicaste à minha publicação!